Divã

O Desabafo De Um Recém Divorciado Revoltado - Parte 2

Léa Mendonça responde:

Se você for 50% no amor como é na expressão dos seus sentimentos através de e-mails, você é romanticamente quase perfeito.

Embora a letra possa matar ou enganar, eu consegui enxergar o seu coração através de suas letras, o que reforça a Bíblia, quando diz que a boca fala do que o coração está cheio. Que amor lindo você tem por sua ex-mulher e eu, sinceramente torço para que ela consiga enxergar pelo menos 50% do que enxerguei e volte para você.

No entanto, compreender uma mulher não é tarefa muito fácil, porque ora ela quer, pensa e sente de uma maneira, ora de outra, mas uma coisa todos os homens precisam entender: “Esse é o tempo da mulher e aquela que souber viver esse tempo dentro dos padrões de Deus tornar-se á estrela fora e dentro de casa.” Esse pequeno problema em não saber conviver com uma mulher não é exclusividade sua, todos os homens reclamam da mesma coisa. Pelo menos, saber amar não parece ser o seu principal problema. O seu principal problema e não aceitar a ascensão da sua ex-mulher.

Não sei como ela tem procedido na intimidade do relacionamento conjugal e familiar, mas pelo seu e-mail não a enxerguei como megera, não. Eu sei que há mulheres que não estão sabendo viver esse momento lindo de liberdade e ascensão que Deus nos concedeu e estão metendo os pés pelas mãos, abrindo mão de bens em detrimento de aspirações e conseqüentemente deixando para trás momentos, situações e pessoas das quais sentirão falta quando estiverem lá na frente e sozinhas. Por outro lado, é incrível como existem homens que se prostram quando suas mulheres ascendem.

Na verdade deveriam se alegrar, incentivá-las, compartilharem esse momento de vitória. Isso é uma conquista e tanto da mulher do século XXI que até então não podia sonhar, sequer receber um salário igual ao do homem.

No século passado, ela não podia falar em público, não podia usar calça comprida, sequer escolher o homem com quem passaria o resto da vida. Eu sei que essa é uma realidade difícil de digerir, porque até bem pouco tempo elas andavam atrás dos homens, no máximo ao lado deles e hoje, muitas delas passaram a andar na frente. Fomos criadas para sermos Adjuntoras, para fazermos companhia, para cercarmos, para protegermos, para edificarmos o lar, para educarmos os filhos e satisfazermos sexualmente nossos maridos e de repente, além do mais nos tornamos Empresárias e o choque foi quase fatal E porque fomos criadas para fazermos tudo isso, Deus nos fez fortes, criadas a partir de uma costela, material resistente e às vezes nos excedemos nessa força e afrontamos aqueles que estão ao nosso redor, mas nada que um diálogo bem definido e bem intencionado não possa resolver e ajudar a por os pingos nos is.

Não reprima a sua mulher, elogie-a mais e a critique menos, e ao invés de deixá-la, cresça com ela, fale coisas que ela quer ouvir. Você vai ganhar muitos pontos com isso. E não espere que ela volte no primeiro trem que há de passar na próxima estação, porque as mulheres desse século não andam de trem, só de avião. Você diz que nada mudou para você, mas devia ter mudado, porque o mundo girou. Você precisa querer ser melhor, e a gente melhora quando progride em paz.

Você precisa querer ver sua família crescer, seus filhos crescerem, sua mulher crescer, pois quando cada um incentiva o crescimento do outro não há do que reclamar. Busque pela paz, pela concordância. Duas pessoas não podem andar juntas se entre elas não houver acordo.